Impacto da Cultura

Quando se discute a cultura organizacional das empresas globais, é de importância fundamental a análise da cultura do país em que essas se inserem – identificando-se as dimensões culturais e a conjuntura do ambiente como um todo. Em uma forma de facilitar nosso entendimento, Geert Hofstede desenvolveu um trabalho sobre as “6 Dimensões da Cultura”. 

Sem Distâncias

Com a integração dos mercados, o mundo tornou-se verdadeiramente interligado e altamente complexo; as distâncias tornaram-se cada vez menores. Trabalhar em outros países ou ter pessoas de outras nacionalidades como colegas de trabalho são realidades cada vez mais comuns, mesmo às empresas brasileiras.

As diferenças de comportamento e a heterogenia no pensamento dos colaboradores nessas novas organizações se deve aos distintos valores cultivados pelos indivíduos. Essas divergências culturais podem ser muito vantajosas quando geridas adequadamente, criando um ambiente competitivo e dotado de soluções inovadoras.

Neste novo contexto, bons líderes deixaram de ser simplesmente aqueles que possuiam conhecimento técnico avançado e uma capacidade intrísica de motivar um time originário de um mesmo território geográfico.

Para sobreviver às exigências de um mundo globalizado, e também poder ganhar espaço nele, a inteligência cultural entrou em cena. A responsabilidade maior do líder, portanto, passou a ser: conhecer culturas, harmonizar diferenças e garantir flexibilidade no ambiente de trabalho para garantir resultados.

Dimensões da Cultura

Cultura é, com toda a certeza, algo bastante abstrato, Por mais que todos nós possamos conversar sobre cultura e até mesmo debater pontos de vista em relação ao que ela represente, muitas vezes é difícil chegar a um consenso sobre seu conceito.

Para tornar prático um campo de estudo tão abstrato, Geert Hofstede (1984) realizou uma pesquisa com mais de 100 mil empregados da IBM pelo mundo, traçando dimensões culturais que constantemente são renovadas e atualizadas pelo seu instituto. Cada uma delas transforma em números características culturais dos povos e facilitam o entendimento por parte dos administradores e profissionais, de maneira geral.

As 6 dimensões atuais – distância do poder, individualismo, aversão a incertezas, masculinidade, orientação de longo prazo e indulgências – e suas repercussões ilustram o comportamento cultural e os padrões de valores das nações. O estudo de Hofstede é um instrumento prático para todos aqueles que desejam desenvolver sua Inteligência Cultural e é abordado em nossos trabalhos de consultoria, treinamentos e workshops – confira nossa agenda completa ou entre em contato para saber mais. Lucas Alban é certificado pelo Hofstede Insights, da Finlândia.

Mestre em Marketing Internacional pela Jönköping University, da Suécia, especialista em Administração Intercultural pelo Hofstede Insights, da Finlândia e bacharel em Administração Empresarial pela ESAG - UDESC. Atualmente palestrante em Inteligência Cultural e Sócio-proprietário da Serafina Marketing - onde desenvolve estratégias de Marketing para empresas do Brasil e do exterior. Lucas possui vivência em mais de 30 países pelo mundo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *